Instituto Direito e Democracia | Direito de Lula ser candidato
21781
post-template-default,single,single-post,postid-21781,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-3.4,side_area_uncovered,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12.1,vc_responsive

Direito de Lula ser candidato

Por Celso Amorim, Change.org. 

Eu estou escrevendo para agradecer a você por apoiar o Manifesto “Eleição sem Lula é fraude”. Como você deve saber, um tribunal regional manteve a condenação do juiz federal. No entanto, observadores imparciais no Brasil e em todo o mundo foram unânimes em criticar esse segundo julgamento como uma farsa, que não levou em conta os argumentos da defesa do presidente Lula. Os três juízes prepararam declarações em que quase não se mencionava o objeto principal do caso (o apartamento no Guarujá). Em vez disso, eles passaram a maior parte do tempo falando sobre generalidades, insistindo no fato de que Lula “tinha que saber” que um esquema de corrupção estava em andamento na Petrobras.

O objetivo claro do processo judicial é evitar que Lula dispute as próximas eleições (e, talvez, prendê-lo). Como o processo de apelação passa agora para tribunais superiores em Brasília, que podem ser mais sensíveis à opinião mundial, a importância do Manifesto é ainda maior. Como vários juízes, intelectuais de diferentes esferas, bem como líderes políticos e sindicais entenderam claramente, não é apenas o destino de um homem – o qual milhões de brasileiros veem como o melhor presidente da História – que está em jogo. A democracia no Brasil está em perigo (ficando “perto do abismo”, como escreveu no NYT um acadêmico). E com isso, todas as conquistas sociopolíticas obtidas no início deste século.

O Manifesto atingiu mais de 220.000 assinaturas vindas de pelo menos 100 países. Mas é essencial que o seu apoio à causa continue a ser divulgado através de facebook, twitter ou qualquer outro veículo.
Por favor, escreva para colegas que possam endossar o Manifesto em change.org/lula e espalhe seus links: #standwithlula #EleicaoSemLulaEFraude bit.ly/manifestoassinado https://twitter.com/semlulaefraude

E obrigado novamente pelo seu apoio valioso,

Celso Amorim
Ex-Ministro das Relações Exteriores (1993-1995; 2003-2011); ex-ministro da Defesa (2011-2015)
Contato: semlulaefraude@gmail.com

 

Nenhum comentário

Escreva um comentário